• Ronaldo Nuzzi

Por que decidir uma carreira com 17 anos?

Minha filha Gabriela decidiu fazer faculdade no INSPER. Mas foi um processo traumático, pois ela não sabia bem o que queria fazer. Por fim ela decidiu por Administração de Empresas. No meu entendimento 17 ou 18 anos é muito cedo para tomar essa decisão. Os cursos no Brasil deveriam seguir o modelo dos EUA, onde o aluno pode iniciar um curso de “General Arts” e depois decidir o que realmente deseja fazer. Se entendermos que a base de cursos de Humanas, Exatas e Biológicas são iguais para cada uma dessas áreas, por que antes de iniciar qualquer uma delas o aluno tem que decidir qual carreira deseja seguir? Quando eu entrei na universidade em 1978, escolhi Matemática. Hoje sou administrador de empresas, mas utilizo bastante do que aprendi na escola. Como estudar não é mais um evento de quatro ou cinco anos, são eventos que deverão ocorrer por toda a vida profissional, por que não tornar a primeira decisão mais simples? Humanas, Exatas ou Biológicas — e permitir que o aluno tenha no mínimo 2 anos para decidir qual carreira na área escolhida deseja seguir, ou mesmo mudar de área.

0 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo