A favor ou contra de todos passarem automaticamente de uma série para outra? Eu sou contra!.

O igualitarismo nas escolas é politicamente correto. Mas por que nos mundos dos negócios os salários não são os mesmos? Por que na medicina não se vai a qualquer médico? Por que não se contrata qualquer engenheiro para se construir uma casa? Qualquer arquiteto? Qualquer cabeleireiro? Por que na sociedade, existe distinção e na escola não deveria haver? A escola do passado reprovava. E o aluno sabia que se não estudasse seria reprovado. Ponto. Todo mundo estudava pois ser reprovado era ruim. O incentivo era “passar de ano”. Se a escola adota um sistema rígido de avaliação e define claramente o que é a média necessária para “passar de ano”, existe um reforço positivo para que todos estudem. Com a avaliação correta dos alunos, a escola pode fazer uma avaliação correta do professor. Pois se os alunos evoluem existe mérito do professor e esse deveria ser também recompensado. É um ganha-ganha. Professor que obtém de seus alunos avanços significativos, deveriam receber da escola uma maior remuneração e mais prestígio e desafios. A escola tem que ser um reflexo do mercado. Se vamos criar o igualitarismo nas escolas que seja para os que apresentam os melhores desempenhos. Não se faz um país sem cérebros. E não se obtém cérebros sem que os alunos estudem. E para estudar tem que existir um incentivo. Ou um desafio. “Passar de ano” pode ser esse desafio.